Columbofilia – Parte III

Tempo de leitura: 5 minutos

Saiba como ingressar seu pombo em competições.

Columbofilia Parte III.

 

Você preparou o ambiente para criar e treinar seus pombos, você adquiriu suas aves selecionando-as com cuidado, passou dias e dias alimentando, limpando e treinando cada uma delas e, finalmente, chega a hora de colocá-las à prova. É a hora da competição dos pombos-correio.

Mas você está tendo problemas com pombos? Quer saber mesmo é como espantar pombos de restaurantes, como espantar pombos e rolinhas ou simplesmente como se livrar dos pombos definitivamente? Não se preocupe porque no final deste guia você vai saber como espantá-los de forma efetiva.

Voltando ao pombo-correio, estas competições são anuais e, apesar de não ser uma prática esportiva tão popular, consegue reunir muitas pessoas interessadas em competir com suas aves ou simplesmente admirá-las em seus voos rápidos. Saiba em 4 etapas como participar destas competições com seus pombos.

 

🐦 🐦 🐦

 

Columbofilia – Competindo com seus pombos em 4 etapas

1ª Etapa: Os clubes de Columbismo

Existem muitos clubes de columbismo espalhados pelo mundo. No Brasil, existe uma Federação Columbófila (http://www.fcb.org.br/) que foi criada em 1993, mas, infelizmente, não recebe qualquer incentivo financeiro para representar o país nestas competições, mas é órgão representativo brasileiro oficial do columbismo.

No entanto, nos Estados Unidos, Portugal, Alemanha, Bélgica e até na China você vai encontrar esta prática desportiva muito difundida e vários clubes de columbismo. Você precisará fazer parte de um destes clubes ou mesmo da nossa Federação Columbófila para iniciar o processo de registro de suas aves. É o passo inicial para participar das competições.

 

2ª Etapa: conheça as competições pessoalmente

Antes de colocar seus pombos de alto desempenho nas provas desportivas, observe as corridas antes, saiba como funcionam e onde serão os próximos eventos e de quais você pretende participar com suas aves. Quanto mais informações você tiver a respeito, melhor será o aproveitamento de seus pombos nas competições.

Conheça os competidores e peça orientações aos mesmos, inclusive. Nestas competições, novos competidores costumam ter uma espécie de “mentor” que irá direcioná-los e orientá-los sobre detalhes importantes da competição. A Federação Columbófila Brasileira pode lhe ajudar nisto, caso precise.

Se possível ainda, visite competições diferentes pelo mundo. Todas utilizam pombos, mas possuem muitas vezes características diferenciadas, mesmo porque, o importante nesta etapa será mesmo a experiência que você estará adquirindo e, assim, quanto mais melhor

 

3ª Etapa: inscrevendo-se para as competições

Esta etapa lhe causará certa ansiedade. Compreende-se que, quando chegar aqui, você já tomou conhecimento de detalhes importantes das competições, já visitou muitas destas competições e já esteve com competidores mais experientes e deles recebeu dicas e orientações.

Se você ainda não estiver neste estágio, não inicie sua inscrição e muito menos a inscrição de suas aves. Pode ser um erro irreversível, pois você poderá desgastar seus pombos e gastar dinheiro desnecessariamente. Mas, ao contrário, se já se orientou o máximo possível, então, é chegada a hora.

Como você já deve estar filiado a algum clube de columbofilia, deverá tomar conhecimento das próximas competições, categoria em que seus pombos poderão participar, valores e detalhes pertinentes à esta ou àquela competição em específico.

Existe um programa de auxílio a iniciantes da ARPU – American Racing Pigeon Union, que é uma federação Norte Americana de Columbofilia, que poderá lhe auxiliar neste momento. Nossa Federação não possui tal programa, apesar de que também poderá lhe acompanhar na condição de iniciante

 

4ª Etapa: É chegada a hora de colocar seus pombos para competir

É chegada a hora enfim. Inscreva seus pombos na categoria específica. A corrida em si é simples: os pombos voarão de um local determinado, que será previamente definido pelos organizadores da competição, até seu ponto de origem, que é o pombal, a casa do pombo.

Juízes credenciados observarão a distância entre o ponto de soltura e o respectivo pombal e também o tempo total gasto pela ave para percorrer este trajeto. A soma destes valores definirá a velocidade do pombo e o mais rápido vencerá a competição.

Existem em muitas destas competições etapas classificatórias onde apenas os mais bem qualificados competem na grande final. É bom saber que os pombos mais rápidos costumam custar caro. Se o seu pombo apresentar performance diferenciada, você poderá negociá-lo por altas somas de dinheiro.

 

🐦 🐦 🐦

 

Tenho sérios problemas com pombos

O seu caso não é de columbismo e sim de problemas com os chamados “pombos-urbanos”? Os pombos-correio são aves devidamente registradas nos clubes e/ou federações de columbismo e são acompanhadas por seus criadores, mas, os pombos de rua, no entanto, se reproduzem de forma descontrolada, inapropriada e não contam com qualquer acompanhamento.

Por não possuírem predadores naturais, multiplicam-se rapidamente e podem gerar problemas com infestações graves de casas, apartamentos, telhados, sacadas, escolas, ginásios e tantos outros locais públicos ou não. Portanto, os problemas com estes pombos precisam ser solucionados rapidamente.

Os pombos-urbanos fazem seus ninhos em locais altos, forros, telhados, etc. Suas fezes começam a proliferar doenças, trazem insetos desagradáveis e por aí vai a uma sequência perigosa de saúde pública. Mas tentar se livrar deles por conta própria pode ser um erro.

O melhor a fazer é procurar ajuda de profissionais treinados que possam avaliar o seu problema com pombos e propor as melhores soluções. Envie-nos um e-mail contando um pouco mais desta sua infestação de pombos e retornaremos com uma avaliação mais precisa do seu caso.

Temos uma equipe altamente preparada e devidamente treinada para lidar com infestações de pombos em diversas situações diferentes. Com sua saúde e de sua família não se brinca.

 

🐦 🐦 🐦

 

Se quiser saber mais sobre pombos, columbofilia, etc., siga o link e confira.