Pombos Sendo Utilizados Para Levar Celulares Para Presídios

Tempo de leitura: 5 minutos

Muitos pombos foram capturados pelas autoridades transportando celulares para presos. Neste artigo, você vai entender como os pombos faziam isto.

Pombos-correio? Ou “pombos-celulares”. O que se sabe é que os dons de direção destas aves estavam sendo utilizados para transportar ilegalmente aparelhos celulares para presidiários. Isto aconteceu muito recentemente em um presídio em Parelheiros, na Zona Sul de São Paulo. Como espantar pombos para que isso não aconteça mais?

As aves foram capturadas ainda na muralha do presídio, causando estranheza às autoridades. Mas o fato não aconteceu apenas em Parelheiros. Em Franco da Rocha, também Zona Sul da cidade de São Paulo, outra ave foi encontrada tentando burlar a segurança. Curioso este fato, não é?

Não se tratavam de smartphones, por exemplo, mas sim de mini celulares, pequenos o suficiente para serem transportados por um pombo. Os aparelhos foram colocados em uma pequena sacola e esta presa entre as asas da ave. E como estes pombos faziam isto? Eram pombos-correio? Confira as informações em detalhes.

 

🐦🐦 🐦

 

Entendendo o sentido de direção dos pombos

Você com certeza já ouviu falar dos pombos-correios, que levavam mensagens de um ponto a outro. Estes pombos, como todos os outros, possuem uma característica migratória, vivem em bandos e são absolutamente monogâmicos, ou seja, possuem parceiros únicos.

É certo que muitas pessoas, principalmente nos grandes centros, querem mesmo é espantar pombos do apartamento, espantar pombos da sacada, espantar pombos do telhado, etc., mas, para espantar pombos as pessoas usam diversos recursos diferentes e muitos destes nem funcionam. Às vezes desperdiçam tempo e dinheiro utilizando de recursos ineficientes.

A saber, estes pombos ficam aí exatamente porque encontraram um lugar seguro e muito alimento, pois, caso contrário, já teriam migrado para outro local. Suas fezes e até mesmo a poeira de seus ninhos podem causar doenças alérgicas ou outras patologias mais sérias.

No entanto, voltando a falar das características direcionais dos pombos, muita gente pensa também que apenas os pombos-correio conseguem levar mensagens, pequenos objetos, etc. Mas, se enganam, pois esta é uma característica de praticamente todas as espécies de pombos.

A espécie do pombo-correio é diferente porque consegue voar por longas distâncias enquanto que outras espécies, como no caso dos pombos comuns, não voam tão longe. Mesmo assim, possuem as mesmas características sensoriais que lhe dão direção.

Então, alguns criminosos, ao invés de espantar pombos do apartamento, fizeram com que estes pombos levassem, criminalmente, mini-aparelhos de celulares para presídios de São Paulo. E como fizeram isto?

Provavelmente, estes pombos já viviam em torno do presídio ou em suas imediações. Alguns pombos foram retirados então destes locais e levados para outros onde estes aparelhos foram anexados entre suas asas. Uma vez solta a ave, ela retornou para o seu habitat anterior, que era o presídio. Desse modo, a ação era fácil de ser praticada.

Certamente a ave não levantaria qualquer suspeita se não fosse o olhar mais detalhista dos agentes penitenciários. Os pombos possuem sempre uma moradia fixa, não é uma ave nômade. É por isto que elas sempre voltam para as suas casas, para seu bando ou para seu parceiro (a).

É muito comum imaginar que esta característica é exclusiva dos pombos-correio, mas não é. Todos os pombos são adaptativos ao ambiente que melhor lhe trouxer segurança, que tiver abundância de alimento e/ou que a maioria de outros pombos já vivam.

 

🐦 🐦 🐦

 

Como evitar que os pombos sejam utilizados criminalmente?

Pelas características naturais da ave, isto seria impossível, ou seja, impedir que o pombo retornasse ao seu local de origem, de partida inicial e onde, teoricamente, é o seu habitat original e onde também já está o seu bando e muito provavelmente ainda uma parceira.

Não basta também saber como espantar pombos em telhados ou como espantar pombos do muro. O problema em si não é a ave e sim a ação destes criminosos, que precisa ser coibida, obviamente. Com certeza precisariam de uma investigação mais apurada para identificar estes criminosos.

Como efeito paliativo, talvez, estas autoridades poderiam espantar o bando de pombos dos locais próximos do presídio ou mesmo do próprio presídio. Mas isto não é uma tarefa muito fácil, que se resolva da noite para o dia. Isto porque estas aves já estão acostumadas a ficar ali, na sua área de conforto, no seu habitat.

Com certeza neste local, seja no presídio ou fora dele, elas já foram alimentadas de alguma forma e ainda o são. Se adaptaram e não vão sair tão facilmente. Mas, caso consigam expulsar estas aves das proximidades, o envio destes aparelhos através de pombos ficaria praticamente impossível.

Existem recursos, que espanta pombos com repelente eletrônico, que podem ajudar a expulsar as aves. Provavelmente as autoridades terão que chamar especialistas que saibam lidar com os pombos e, paralelamente, saber como espantar pombos de um local ou de outro, para evitar que o crime em questão volte a ocorrer.

Mas não tenha dúvidas: de todos os culpados, o pombo é o único inocente nesta história toda, pode acreditar, afinal, só está fazendo o que sabe fazer que é voar e voltar para sua casa, seu bando, nada mais.

 

🐦 🐦 🐦

 

Quer saber mais sobre como espantar pombos debaixo do telhado ou sobre os perigos de possíveis infestações destas aves? Então descubra tudo acessando essa matéria!

Você gostou dessas informações? Compartilha com outras pessoas, pode ser interessante para elas também.